Higiene do ambiente físico nas doenças alérgicas

A higiene do ambiente físico é muito importante para pacientes portadores de doenças alérgicas. Essas medidas podem retardar as manifestações dessas doenças e, até mesmo, amenizá-las. Para tal, é importante lembrar que, além do tratamento medicamentoso, os pacientes, e seus responsáveis, devem ser orientados a tomar medidas de controle da higiene ambiental na sua casa.

De acordo com estudos publicados recentemente, sabemos que principalmente em crianças, a maioria dos asmáticos são alérgicos (~85%) principalmente a ácaros da poeira doméstica, alérgenos de animais domésticos e baratas. Desta forma, é fácil estabelecermos prioridades no combate a estes inimigos invisíveis.

Os principais cuidados são:

  • sempre que possível, encapar colchões e travesseiros com capa impermeável (encontrada em lojas dedicadas à venda de produtos para alérgicos) à passagem de ácaros ou suas excreções. Lavar estas capas a cada 3 ou 4 semanas.
  • caso não seja possível encapar, as roupas de cama devem ser lavadas 1 ou 2 x por semana, deixando-as de molho em água com temperatura maior que 55° C por 10 minutos ou usar secadora que atinja estes níveis térmicos.
  • retirar cortinas de todos os cômodos
  • limpar o piso com pano úmido com desinfetante suave
  • não utilizar produtos de limpeza com veículo oleoso (ceras, lustra-móveis)
  • se os carpetes não puderem ser retirados de imediato, limpá-los 2 x por semana com um aspirador de pó tipo doméstico, tomando-se o cuidado de afastar o paciente alérgico do ambiente por aproximadamente 30 minutos
  • manter as superfícies de móveis livres de objetos
  • roupas e papéis dentro de armários
  • os estofados devem ser preferencialmente de couro ou revestimento semelhante, passíveis de limpeza com pano úmido

 

A residência de uma forma geral deve ser bem ventilada, e o dormitório do asmático deve receber sol, pois o ácaro não tolera bem altas temperaturas, ele tem preferência por ambiente úmido e escuro.

É ideal que o paciente alérgico não tenha contato domiciliar com cães e gatos. Se comprovada sua alergia a animais, através de testes alérgicos e ou exames de laboratório, a única medida realmente eficaz será seu afastamento do convívio.

Um outro ponto importante na higiene ambiental do paciente alérgico, consiste no afastamento da inalação de fumaça de cigarro. Estão atualmente bem estabelecidos os danos causados pelo fumo no pulmão dos asmáticos, quer seja este um fumante ativo ou passivo (especialmente crianças). Devido às crianças pequenas permanecerem a maior parte do tempo em companhia das mães, solicitamos às mães de asmáticos que não fumem dentro do ambiente doméstico.

É extremamente importante o conhecimento da importância das medidas de higiene ambiental na evolução da doença alérgica. Se as orientações forem seguidas, aliadas a um tratamento adequado, o paciente deve alcançar rapidamente o controle dos sintomas e a estabilidade clínica da doença alérgica.